Blog

Erros mais comuns na automação robótica que sua indústria deve evitar

A automação robótica é uma nova tecnologia que permite que as empresas tenham maior eficiência, mais qualidade nos processos, eliminando erros e falhas humanas. Desde os anos 50, a automação robótica começou a se popularizar. Máquinas movimentadas automaticamente por controles pré-programados buscavam atender um objetivo ou processo específico. A partir de 2000, a automação começou a fazer parte da nossa rotina. 

A automação robótica realiza os trabalhos de forma interligada a outras redes ou processos, através do controle automático das máquinas. Como resultado desse uso, o tempo de produção é otimizado, resultando numa maior satisfação do cliente. A partir daí, o chão de fábrica se torna apoiador dessa tecnologia, pois o isenta de trabalhos repetitivos e monótonos. Dessa forma, as equipes vão poder se concentrar em atividades mais desafiadoras e criativas. 

Diante disso tudo, a implementação da automação robótica traz diversas vantagens para sua indústria, como redução de custos, aumento da qualidade dos processos, otimização de tempo, entre outros. 

No entanto, muitas empresas se deparam com alguns obstáculos ao implementarem a automação robótica. Confira os 5 erros mais comuns a serem evitados:

 

01 – Não ter um planejamento adequado

Um erro muito comum é não planejar a implementação da automação robótica. O gestor deve identificar as necessidades mais urgentes, mapear os processos e desenvolver um planejamento de implantação apropriado.

Comece pelos processos mais fáceis e desenvolva um cronograma para implementar os outros processos. É importante para a cultura organizacional da empresa realizar as mudanças de forma paulatina. Além disso, um planejamento adequado otimiza os investimentos, reduzindo gastos excessivos com maquinários e treinamento de mão de obra qualificada. 

 

02 – Não escolher os processos corretamente

Apesar de óbvio, esse erro é muito comum, pois as empresas caem na armadilha de automatizar tarefas simples e pequenas que ninguém quer tocar. No entanto, a automação robótica requer pensar em todo processo industrial de ponta a ponta. 

O gestor deve pensar no impacto que o projeto de automação terá para sua indústria e quais métricas serão utilizadas para medir o processo. Medidas como: Tempo gasto por unidade, capacidade instalada, matéria-prima utilizada, peças retrabalhadas e quantidade de operadores precisam ser conhecidas para dimensionar o processo de automação robótica. 

De posse dessas informações, uma empresa especializada em automação irá te indicar a melhor solução para o seu negócio. Com isso, sua indústria vai gerar mais receita, reduzir custos, aumentar a eficiência, melhorar a qualidade e terá menos riscos de conformidade nas auditorias. 

 

 

03 – Não incluir as pessoas no processo 

 

Um erro comum na automação robótica é acreditar que sua implementação elimina a necessidade da colaboração humana no processo. Muito pelo contrário, a presença dos colaboradores da indústria permite que eles pensem “fora da caixa” e sejam críticos ao processo de automatização. 

É evidente que muitos processos eliminam a necessidade de ter um funcionário, mas o sistema de automação robótica não funciona sozinho. Toda a programação e manutenção são feitas por pessoas. Além disso, algumas correções nos parâmetros também precisam ser realizadas pelos colaboradores. 

Uma empresa especializada é capaz de identificar a mão de obra qualificada para cada etapa do processo de automação robótica. 

 

 

04 – Não adequar às necessidades da sua indústria

A automação robótica pode ser aplicada em qualquer indústria, mas isso não quer dizer que tudo vai servir para impulsionar seu negócio. É fundamental adequar a automação robótica ao tamanho da sua empresa, às características dos seus produtos e a todo processo produtivo. 

Uma mesma máquina pode ser utilizada para diferentes indústrias. No entanto, o sistema precisa ser adaptado para atingir os objetivos de cada segmento. Esse alinhamento precisa ser feito junto à empresa contratada para implementação da automatização robótica na sua indústria. 

Relacionados:

 

05 – Não realizar manutenção do sistema

Muitas empresas acreditam que após a implementação da automação robótica, o sistema não precisa de manutenção. Os sistemas automatizados operam 24 horas por dia, 7 dias por semana e apresentam índices baixos de manutenção. Mesmo assim, falhas podem acontecer nos maquinários, interferindo diretamente na produtividade da indústria.

Pensando nisso, é fundamental realizar um planejamento de manutenção preventiva. Isso vai reduzir o número de paradas, aumentando a capacidade produtiva do sistema. 

Para reduzir custos e riscos de segurança e proporcionar maior satisfação para os clientes e colaboradores, esses erros comuns de automação robótica precisam ser evitados. Para implementação da automatização na sua empresa, trabalhe com um parceiro como a Fersiltec, que vai garantir eficiência e te ajudar a desenvolver seus recursos internos conforme as necessidades do seu negócio. 

Comentários

Não perca nossos posts sobre Automação Industrial

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu e-mail.