Blog

Madeireiras: como garantir a segurança do trabalho?

Não há o que se discutir: a segurança do trabalho dentro de um ambiente industrial tem um caráter prioritário e jamais deve ser negligenciada. As Normas Regulamentadoras são essenciais para isso, determinando e estabelecendo parâmetros para garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores, sendo que, no ambiente fabril, a mais importante é a NR12.

Para entender um pouco mais sobre a regulamentação de segurança na indústria madeireira, confira esse material exclusivo que preparamos com tudo que você precisa saber sobre o assunto!

 

Quais são as Normas Reguladoras de segurança do trabalho? 

Designada como “Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos”, a NR12 traz valiosas informações para as madeireiras, ajudando a prevenir acidentes com o maquinário utilizado, e estabelecendo os requisitos de segurança para tal. Essa norma traz em seu conteúdo dados e informações completas sobre a instalação, utilização e manutenção de equipamentos, além da sua vida útil e formas de descarte.

Os principais objetivos desta norma são:

  • Garantir a segurança dos trabalhadores;
  • Melhorar as condições de trabalho em equipamentos dentro da indústria;
  • Garantir a segurança do maquinário.

Devido à utilização de equipamentos de corte que representam uma grande periculosidade, necessitar de movimentos repetitivos, carregamento de peso, e pelo risco de incêndio, as madeireiras precisam redobrar a atenção quando o assunto é segurança no ambiente de trabalho.

A NR12 exige que as indústrias instalem proteções fixas nos locais de maior risco, como um circuito de parada de emergência e o enclausuramento dos sistemas de transmissão por correias e polias. Além disso, essa norma também exige que os colaboradores envolvidos nas atividades industriais tenham um calendário de treinamento periódico para prevenção dos riscos da atividade.

Dentre as medidas de segurança mais importantes trazidas pela norma, podemos destacar a elaboração de um mapa de risco para orientar os colaboradores sobre a segurança no local de trabalho. É importante lembrar que a NR12 é fiscalizada pelo Ministério do Trabalho e pelos órgãos ambientais, e por esse motivo, a indústria deve possuir o documento de análise de risco do maquinário e suas respectivas medidas de segurança.

 

Como realizar uma avaliação do estado atual da sua planta? 

A análise dos riscos do ambiente industrial é essencial para que esse processo de implementação ocorra de maneira adequada. Contudo, é essencial possuir um conhecimento completo de todos os aspectos que podem impactar a segurança dos seus trabalhadores, e por essa razão, contar com uma empresa terceirizada é imprescindível.

Além de possuir toda a expertise, uma empresa especializada vai garantir que todos os fatores sejam analisados e executará todo o serviço com comprometimento e qualidade. É necessário que essa empresa seja muito mais do que apenas um fornecedor ou prestador de serviço: em um assunto tão sério, é importante contar com um parceiro preparado para ajudar a sua madeireira a garantir a segurança e a saúde de todos que dela fazem parte.

Artigos de relacionados:

 

Quais são os benefícios da adequação para madeireiras? 

A adequação à NR12 pode conferir diversos benefícios para a madeireira, como:

  • Redução dos custos com indenizações e indisponibilidade de trabalhadores por conta de acidentes de trabalho;
  • Enquadramento da empresa como socialmente responsável;
  • Melhoria da imagem da empresa no mercado;
  • Aumento da produtividade;
  • Mão-de-obra mais responsável e qualificada;
  • Entre outras vantagens.

 

 

Quais são os riscos de não conformidade com a legislação?

Por estar diretamente relacionada à segurança dos trabalhadores dentro do ambiente industrial, a não adequação à NR12 pode trazer muitos impactos negativos para a madeireira, como:

Multas: essa é a principal sanção imposta pelo Ministério do Trabalho, e ela pode variar de acordo com a gravidade e iminência do risco, podendo chegar a ser até 50 vezes o valor do equipamento que apresentou a irregularidade. Esse cálculo é baseado na NR28, e também leva em conta a quantidade de colaboradores, reincidência, desrespeito aos prazos, etc.

Interdição de equipamentos: no caso de alguma máquina apresentar irregularidade, os fiscais responsáveis podem realizar a notificação (nos casos de baixo risco), ou até mesmo a interdição dos equipamentos (nos casos de alto risco). Essa penalidade não impede a aplicação de multas pecuniárias.

Prisão: essa sanção é aplicada em casos extremos, mas ainda é uma possibilidade. Ela depende de diversos fatores, como quantidade de infrações, gravidade, respeito aos prazos impostos, etc.

 

 

Por que terceirizar o processo de adequação?

Terceirizar o processo de adequação às normas de segurança pode ser muito benéfico para as empresas, trazendo vantagens como:

  • Economia de tempo;
  • Redução de custos;
  • Aumento da possibilidade de aprovação;
  • Especialistas no processo.

Realizando um balanço do custo-benefício da terceirização, ainda que represente um investimento, essa estratégia é mais segura e inteligente. Se aventurar em uma adequação por conta própria, sem que se possua o preparo necessário para tal, representa um grande risco para a empresa e seus colaboradores.

Contar com profissionais qualificados na adequação à NR12 vai garantir a segurança dos seus colaboradores e da sua empresa, entregando resultados mais confiáveis em questão de segurança. Mais do que um investimento, terceirizar esse processo é uma decisão estratégica e inteligente, que irá garantir a implementação correta da norma. 

Comentários

Não perca nossos posts sobre Automação Industrial

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu e-mail.