Blog

A implementação de automação robótica colaborativa vai ajudar a minha empresa?

Certamente existe um grande número de razões para se considerar a robótica colaborativa como uma solução para uma empresa. Apesar disso, existem também muitos motivos que invalidam a boa prática de considerá-la, pelo risco de uma aplicação ser inadequada.

Antes de mais nada, uma reflexão seria interessante: porque uma pessoa compraria uma ferramenta, como uma furadeira? Seria porque ela gosta da ideia de ter uma ferramenta, ou seria mais pelas vantagens que a ferramenta oferece?

Para a maioria das pessoas, a resposta seria a segunda opção (a solução prática), ou seja, voltada para a finalidade do produto ao qual estão fazendo o investimento.

Com um robô não é diferente, afinal, ele é uma ferramenta que quando aplicada de forma apropriada, proporciona um benefício que supera os custos de possuí-la.

Os preços em peças têm diminuído ao longo do tempo, e ocorreram novos avanços em sistemas colaborativos. Vamos analisar alguns motivos que podem justificar uma solução em robótica colaborativa industrial, principalmente se você já estiver contratando pessoas para exercer tarefas que são:

 

Repetitivas

São aquelas tarefas repetidas com grande frequência, para aplicações que requerem somente movimentos simples, onde inexiste ou quase não existe necessidade de julgamento humano.

Muitas vezes é uma tarefa “Pick and Place” (“Pegue e Posicione”), semelhante às aplicações com braços robóticos, onde o operador vai coletando partes do carro e depois as coloca em máquinas. Estas, por sua vez, podem executar um procedimento, esperar pelo encerramento de uma tarefa, retirar as partes colocadas na máquina, e ainda colocar peças em outra máquina ou de volta em outro carro.

Se o talento de seus empregados puder ser melhor alocado em outras áreas da fábrica, pode ser uma boa ideia buscar soluções em automação robótica colaborativa.

 

Perigosas

Alguns ambientes de produção simplesmente não são seguros para trabalhos com seres humanos. Talvez pelo risco relacionado à tarefa do trabalho por preocupações climáticas, ou pelo potencial de lesões. De qualquer forma, o custo de cuidados com saúde ou lesões são fortes razões para se considerar o uso de robôs.

 

Exigentes

Termos como síndrome do túnel do carpo, lesão relacionada com o trabalho, lesão por esforço repetitivo e compensações trabalhistas, tem custado muito caro aos empregadores em perda de produção, seguros e indenizações.

A boa notícia é que muito do estresse causado por tarefas com movimentos repetitivos pode ser reduzido ou eliminado automatizando estas tarefas. E assim é possível livrar-se de lesões físicas previsíveis.

5 motivos para não ignorar a robótica colaborativa na planta industrial

Faça o download gratuito: 5 motivos para não ignorar a robótica colaborativa

 

Outros motivos importantes

Você pode começar a considerar um investimento em robótica colaborativa industrial em sua empresa se estiver procurando por:

Melhoria no controle de qualidade

Uma vantagem do robô ou uma boa solução de controle motor é que ele pode fazer a mesma tarefa. Do mesmo jeito, repetindo e repetindo sem qualquer deslize ou desvio.

Isto é possível mesmo em uma área incomum e de difícil alcance para operadores humanos acessarem consistentemente. A maior parte dos robôs possui repetibilidade boa, por volta de 0.1 mm de desvio, além de não ter qualquer possibilidade de cãibra.

+ Leia mais: Aubo i5 – tudo sobre o robô colaborativo da Fersiltec.

Aumento da taxa de transferência

Por algumas vezes simplesmente é necessária uma velocidade super humana para atingir determinadas metas de produção.

E isso pode ser uma ótima notícia já que estamos falando de robótica colaborativa industrial. Afinal, um robô não consegue fazer tudo mais rápido que um ser humano?

Por mais que isso possa ser chocante, na verdade a resposta é “Não”.

Quando se trata de mobilidade mais básica, a maioria dos robôs serão capazes de se mover mais rapidamente. E por um período de tempo maior do que nós mortais. Entretanto, existem muito mais coisas a serem consideradas do que apenas movimentos básicos na maioria das aplicações industriais.

Para tais aplicações de movimentos básicos em velocidade, um robô não apresenta grandes desafios. Para outros casos, com intuito de determinar se um robô pode de fato melhorar a produtividade (isto sem pegar partes do lucro com aumento de custos). Existe uma equação com variáveis do tipo:

  • Quanto de destreza humana é exigido;
  • O valor do produto sendo produzido;
  • O custo total de propriedade da solução em robótica colaborativa;
  • Quanto de movimentos base o robô consegue realizar?

Quando falamos de identificar a necessidade (demanda), na verdade estamos falando de identificar as condições específicas de cada empresa para realizar o investimento em uma solução em robótica colaborativa. E o custo vai além do hardware.

Se seu caso não incluir mais de uma questão ou tarefa que mencionamos anteriormente, é provável que você tenha dificuldades para justificar o custo de incluir a solução em robótica colaborativa no plano de automação da fábrica.

Mas se você percebeu que um sistema automatizado colaborativo pode ser uma solução viável para a sua empresa, entre em contato conosco através do formulário abaixo para tirar dúvidas e falar com um consultor Fersiltec.

Comentários

Não perca nossos posts sobre Automação Industrial

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu e-mail.