Blog

Retrofit de Máquinas: calcule o retorno

reforma-retrofit-maquinas-menor-custo-maior-produtividade

Os bens de uma empresa são caros e todo gerente industrial sabe disso. Investimentos na compra de máquinas modernas podem representar um salto de produção ou uma crise financeira, se mal planejados. Um procedimento importantíssimo na indústria é o retrofit de máquinas.

Especialmente em momentos de recessão econômica, é importante ter em vista alternativas para melhorar a produtividade. Haja vista as limitações financeiras para fazer grandes investimentos em maquinário novo, o retrofit de equipamentos é uma solução ideal.

Além de ser um investimento bem menor, o retrofit garante o funcionamento e níveis de produtividade adequados para as máquinas.

 

O que é retrofit de máquinas?

Retrofitting é um termo inglês para reforma. No contexto industrial, o retrofit de máquinas é o procedimento de reformar e modernizar um equipamento. Em geral, é feito como alternativa à compra de novos equipamentos, que são caros e demandam treinamento e eventuais adaptações locais.

Essa reforma consiste na troca de partes móveis, recuperação e troca de peças desgastadas e uma completa modernização dos sistemas eletrônicos e comandos da máquina. Ou seja, não é simplesmente um procedimento de manutenção ou reforma, mas sim uma modernização completa.

Um exemplo clássico é o retrofit na indústria aeronáutica e militar. Comprar uma nova unidade de avião de caça, por exemplo, é extremamente caro e acarreta em vários custos extras, como treinamento e adaptação de instalações. No retrofit, as turbinas são trocadas por modelos mais atuais, a estrutura é reforçada e toda a eletrônica embarcada (aviônicos) é atualizada para sistemas mais modernos.

O mesmo acontece na indústria. Máquinas operatrizes, CNCs e robôs industriais são submetidos a retrofits em que a parte elétrica e eletrônica é modernizada e toda a estrutura mecânica é inspecionada e renovada, com troca de peças e manutenção especializada.

 

Vantagens do retrofit de máquinas

A atualização de máquinas industriais é a solução ideal para empresas manterem a produtividade alta sem ter que arcar com investimentos pesados em bens de capital. O retorno financeiro acontece no curto e médio prazo e é um dos principais motivadores para a adoção do retrofit de máquinas.

Dentre os benefícios imediatos, temos os seguintes:

  • Aumento da produtividade da máquina;
  • Redução dos períodos de inatividade (downtime);
  • Redução de riscos aos funcionários;
  • Atualização de sistemas complexos para interfaces amigáveis e simples;
  • Inclui a disponibilização de sobressalentes para longos períodos de atividade;
  • É uma oportunidade para integrar a máquina à redes industriais e sistemas supervisórios;
  • Facilita a manutenção e a supervisão dos equipamentos;
  • Investimento de baixo custo comparado com a compra de máquinas novas.

O retorno financeiro é rápido e as características básicas da máquina não mudam. O retrofit garante que a máquina esteja apta a funcionar e a ser mais produtiva por um longo período. Equipamentos no final da vida útil ganham sobrevida e conseguem operar até o fim do ciclo de vida com produtividade alta.

+ Saiba mais: Tudo Sobre a Implantação da NR-12.

+ Saiba mais5 Boas práticas para implementar um projeto de automação industrial.

 

Como calcular o retorno do retrofitting?

Para calcular o retorno financeiro de um investimento em retrofit, vamos usar o seguinte exemplo: Um robô soldador já obsoleto consegue soldar 100 placas de aço por dia. Sabe-se que a linha de pintura e montagem final conseguem processar até 150 peças por dia, de forma que a linha de soldagem é o gargalo da fábrica para aumentar a produtividade.

Ao fazer o retrofit do robô industrial, a sua capacidade de soldagem aumenta para 115 placas de aço por dia. O custo do retrofit é de 600 mil reais. Sabendo que cada produto final é vendido por 100 reais em média, qual o ROI e Payback do investimento em retrofit depois de 36 meses?

Calculando o ROI

A fórmula para calcular o retorno do investimento (Return over investment – ROI) é a seguinte:

retrofit-de-maquinas-retorno-do-investimento

Supondo que a fábrica opera 12 horas por dia, com o robô antes do retrofit a linha produzia 1200 peças por dia. Isto corresponde a um total de 120 mil reais por mês de produção. Após o retrofit, a capacidade da linha aumenta para 1380 peças por mês, o que corresponde a um total de 138 mil reais por mês de produção.

Assim, em 36 meses o lucro obtido com investimento será de 648 mil reais. O que corresponde a um ROI, após 36 meses, de 8%.

Calculando o Payback

O payback é simples de calcular. Basta dividir o investimento inicial pela economia obtida:

retrofit-de-maquinas-payback-formula

No nosso caso, o investimento no retrofit é de 600 mil. A economia obtido é 18 mil reais por mês. Assim, o Payback em meses é 34. Ou seja, após 34 meses o investimento no retrofit será pago.

 

 

Vale pensar em retrofit de máquinas

Se a sua planta possui uma máquina que vive apresentando problemas e seus equipamentos demandam manutenção com uma frequência muito alta, isso é um sinal que está na hora de tomar alguma providência.

O ideal seria comprar uma máquina nova, de última geração. Mas os preços geralmente são proibitivos na maioria dos casos. E aí que entra o retrofit de máquinas. Uma solução mais barata e que garante uma maior sobrevida aos equipamentos antigos ao mesmo tempo que diminui os problemas e gastos com manutenção.

A atualização de máquinas industriais é a melhor solução para manter e aumentar a produtividade das máquinas sem ter que incorrer em grandes gastos. Se isso é importante para você, entre em contato com a Fersiltec e conheça mais sobre as nossas soluções em Retrofitting industrial.

 

Comentários

Não perca nossos posts sobre Automação Industrial

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu e-mail.