Blog

Automação robótica é uma opção para a minha fábrica?

Fabricantes de todos os setores estão cada vez mais em busca de automação robótica, e esse fato não está relacionado apenas com a redução de custos. A automação melhora a qualidade dos produtos e garante a segurança dos trabalhadores em tarefas e ambientes perigosos. Quando usada para resolver a escassez de habilidades, a automação robótica aumenta a capacidade e, ao permitir que as empresas realizem trabalhos no exterior, ajuda até mesmo a proteger a propriedade intelectual.

No entanto, apesar dos imensos avanços tecnológicos das últimas duas décadas, existe ainda uma mentalidade de que a automação robótica requer uma produção de altos volumes, baixa variedade e produtos com ciclos de vida estendidos. Isso é lamentável, pois significa que as fábricas de pequeno e médio porte, bem como aqueles que lidam com produtos com ciclos de vida curtos, estão perdendo uma ótima oportunidade de melhorar suas margens.

 

O que é mais vantajoso ao decidir implementar automação industrial na fábrica?

 O hardware de automação tradicionalmente utilizado, como as linhas de transferência e as máquinas do tipo “pick-and-place”, geralmente são caros para se projetar, tendo seu preço ainda mais elevado quando se precisa adicionar flexibilidade ou realizar upgrades. Em um negócio altamente estável, onde o mesmo produto será fabricado e vendido em alto volume nos próximos anos, ele pode reduzir custos – mas muitas empresas não podem mais se dar a esse luxo.

Homem fazendo a programação de uma automação.

Com a crescente necessidade por personalização e a complexibilidade de produção, a automação se apresenta como uma solução para reduzir custos e ganhar produtividade.

Na realidade atual do mercado, os ciclos de vida dos produtos são cada vez mais medidos em meses em vez de anos, as mudanças de design são frequentes e os clientes exigem ainda mais variedade, complexidade e personalização. Além disso, a demanda pode mudar repentinamente com base nos caprichos do clima, da moda ou da concorrência. A automação robótica aborda esses desafios, permitindo execuções de ciclos de produção mais curtos, conclusão consistente de tarefas complexas e a substituição de seres humanos em trabalhos perigosos ou desagradáveis.

 

Facilidades proporcionadas pela automação robótica

A flexibilidade que a automação robótica proporciona a torna a tecnologia ideal para empresas que lidam com tiragens curtas e alta variedade em seu mix de produtos. Com a configuração adequada, uma célula-robô pode mudar de uma peça para outra apenas carregando-se um novo programa, especialmente quando equipamentos são substituídos por sistemas de visão, capazes de localizar peças no work envelope (área de alcance do robô).

Engenheiro realizando a inspeção de automações do parque industrial.

O tempo de atividade é outra característica vantajosa da automação, pois com as medidas certas é possível alcançar taxas de produção próximas de 100% do tempo.

As trocas de ferramentas também podem ser programadas – permitindo que um robô troque garras de peças ou pegue uma nova ferramenta, mesmo durante um ciclo. A automação robótica permite até mesmo o trabalho em one-offs (peças únicas), mudando para o próximo trabalho com quase nenhum tempo de parada.

 

 

O que a automação robótica pode fazer pela produção?

Quase não há limites para a complexidade das tarefas que um robô pode ser programado para realizar. A soldagem é bom um exemplo disso. Em um sistema de soldagem avançado, um ou mais robôs podem trabalhar com componentes como mesas de inclinação/rotação que proporcionam eixos adicionais ao trabalho. Isso permite que um robô atribua detalhes específicos para a peça trabalhada, criando juntas no ângulo ideal e em qualquer direção que funcione melhor, produzindo uma soldagem de alta qualidade.

Engenheiro operando um painel de comando.

Outro exemplo de uma tarefa complexa é a montagem de equipamentos e sistemas. Nessas aplicações, a automação robótica permite realizar tarefas de montagem complicadas e delicadas, especialmente quando envolve sensores de força, para auxiliar a inserção de um componente no outro. As etapas de montagem também podem ser combinadas, reduzindo o espaço físico necessário quando comparado com a automação rígida, onde não há possibilidade de customização para produção de peças diferentes.

 

 

A escolha certa para quem busca segurança

Robôs são ideais para trabalhos potencialmente perigosos para a saúde humana. Quando usado em aplicações de manuseio de materiais, um robô protege o trabalhador de lesões por esforço repetitivo e por levantamento de peso em excesso. Eles também são adequados para atuar em ambientes empoeirados, barulhentos e/ou cheios de fumaça. Em todas essas situações, o uso de um robô protege os funcionários, reduzindo o risco e o custo das lesões. Ou seja, independentemente do tipo de negócio ou do produto fabricado, a automação robótica pode ser a escolha certa para sua empresa.

Comentários

Não perca nossos posts sobre Automação Industrial

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu e-mail.