Blog

4 motivos para implementar Internet das coisas na indústria (IIoT)

Implementar internet das coisas na indústria (IIoT) já vem melhorando a eficiência, produtividade, e segurança no ambiente de trabalho de fábricas por todo o mundo, e com isso seu futuro parece bastante promissor, envolvendo os mais diversos setores da indústria.

A grande novidade vem com a ideia de possuir não só uma planta fabril produtiva, como bem conhecemos, mas além disso uma verdadeira rede conectada por dispositivos digitais computadorizados trabalhando em conjunto com as máquinas industriais.

Com esta nova ferramenta surgem possibilidades de coletar e compartilhar dados, os quais poderão ser aplicados para definição de melhores estratégias de negócio e para melhorias na eficiência do processo.

Os dados coletados também podem ser analisados com intuito de fornecer  visibilidade (e maior controle) em tempo real da operação dos processos de preparo ou distribuição de produtos, ou ainda, para transmitir alertas de quebras ou falhas do maquinário antes mesmo que ocorram.

 

De fato os dados coletados podem ser utilizados de diversas maneiras, todas as quais levam a uma transformação no processo operacional da fábrica e trazem diversos benefícios, como veremos a seguir.

 

Os benefícios da Internet Industrial das Coisas

Os cases com as aplicações da IIoT vem crescendo bastante e mostrando que toda indústria pode tirar algum proveito deste recurso, e não só na manufatura.

1.Melhorando a eficiência

O benefício mais comumente citado ao se implementar internet das coisas na indústria é a melhoria em eficiência – empresas economizam tempo e dinheiro, na medida que usam seus dispositivos interconectados.

Falando em eficiência, um fato interessante é que em uma perspectiva humana, você pode ter a impressão que otimizou o processo o máximo possível depois de muito cuidado em ajustes e estudo do sistema, mas existe um limite humano para esta melhoria de processo.

 

Isto significa que somente quando esta otimização é levada para um “nível de máquina”, ou seja, com uso auxiliar de sensores e técnicas de controle, é que se podem realizar melhorias de maneira bem mais criteriosa, e perceber muitas variáveis não consideradas anteriormente que podem ser usadas como parâmetros para ajustes mais finos.

Além disso muitos empreendimentos desperdiçam dinheiro pela sua ineficiência energética. Seja pelo uso de iluminação de forma desnecessária, seja por máquinas operando sem que estejam sendo utilizadas. A eletricidade gasta de forma banal aumenta em muito o preço de operações, principalmente as feitas em grande escala.

Por exemplo, vamos pensar em uma construtora. Se a gerência perceber que todo o maquinário pesado utilizado pelos operadores está ficando ligado mesmo quando não  utilizados, pode-se implementar sensores. Estes sensores não irão permitir o acionamento da máquina exceto quando o operador estiver assentado na máquina.

A integração com IIoT pode ajudar melhorar seu processo em uma rede de grande escala, ela pode elevar suas economias até no nível mais básico dos gastos da empresa.

 

2. Diminuir o tempo ocioso na produção

São muitas as estatísticas que comprovam o impacto negativo na produção com grandes tempos de parada com máquinas industriais.

Apesar de ser um parâmetro mais que reconhecido pelas empresas, algumas fábricas simplesmente possuem um orçamento limitado e equipamento mais antigo, o que algumas vezes trazem grandes desafios para o negócio.

Um destes desafios seria como melhorar a disponibilidade das máquinas, ou seja, aumentar a sua confiabilidade de forma que as quebras sejam menos recorrentes e a necessidade de substituí-las seja a menor possível.

 

Implementar internet das coisas na indústria oferece um caminho eficiente em termos de custos para esta questão, tudo através das funcionalidades providas com a manutenção preditiva e monitoramento de máquinas, por exemplo.

Alguns resultados já obtidos revelam que as soluções em IoT conferiram uma redução de quebras de máquina em 70% e a manutenção geral em 30%.

  

3. Melhorias na segurança

A internet das coisas na indústria tem sido utilizada inclusive para garantir a segurança dos funcionários, questão estimulada principalmente pelos casos de acidentes registrados no chão de fábrica todos anos, muitos relacionados com falhas de máquina.

Além de facilitar muito a aplicação da manutenção preditiva, já mencionada no item anterior, a IIoT pode servir para monitorar o compromisso dos operários com a segurança individual, contribuindo para um ambiente de trabalho mais seguro.

 

Além da preocupação com o funcionário, também o cuidado com a segurança do produto deve ser pontuada. Por exemplo, alguns produtos farmacêuticos e comidas são sensíveis à temperatura e necessitam ambientes climatizados em todos os seus estágios de produção, desde a fabricação até sua distribuição. Todas essas necessidades podem ser bem supridas por dispositivos de internet das coisas para a indústria.  

Precisa de ajuda para enfrentar os desafios da aplicação da IIoT?

As diversas aplicações possíveis, após se implementar internet das coisas na indústria, conferem um enorme potencial de transformar a produção.

A Fersiltec detém larga experiência e amplo reconhecimento do seu compromisso em projetos de automação industrial, robótica colaborativa e adequações de segurança em máquinas e equipamentos.

Por isso não deixe de entrar em contato conosco para saber como podemos implementar soluções em IIoT para seu negócio, e entender os benefícios que sua empresa pode obter a partir delas.

Comentários

Não perca nossos posts sobre Automação Industrial

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu e-mail.