Blog

Novas tecnologias: por que não ignorar a robótica colaborativa

Novas tecnologias: por que não ignorar a robótica colaborativa

Na indústria, novas tecnologias estão cada vez mais presentes. A robótica colaborativa é o mais puro exemplo disso, pois além de ajudar em tarefas integradas, os robôs podem assumir atividades de alto risco. 

Isso garante que colaboradores tenham mais segurança, os processos tenham mais eficiência, bem como outros benefícios que iremos citar ao longo deste artigo.

Em um mundo onde as mudanças estão ocorrendo cada vez com mais velocidade, ignorar as novas tecnologias não é uma boa opção. 

Novas tecnologias e a indústria 4.0

Este momento de transição histórica na forma de como a indústria opera, devido à indústria 4.0, inclui diversas áreas do conhecimento convergindo em um enorme movimento de pesquisa. Entre elas: 

  • Automação industrial; 
  • Tecnologia da Informação (TI); 
  • Internet das coisas (Internet of Things ou IoT); 
  • Inteligência artificial (AI). 

Todo este esforço busca formas, métodos e novas tecnologias para um sistema de produção mais eficiente e inteligente.   

 

 

Robótica colaborativa

Robótica colaborativa

É impossível falar em novas tecnologias sem mencionar a importância da robótica colaborativa, pois é um dos principais avanços que a tecnologia industrial está vivenciando.

Os robôs colaborativos – ou cobots – permitem a modernização do setor industrial. É uma alternativa de automação aos meios de produção tradicionais.

Abaixo, listamos alguns dos motivos para não ignorar a robótica colaborativa nem pensar que essas novas tecnologias são algo do futuro distante. Veja:

Integração do trabalho entre máquinas e pessoas

O sistema híbrido de trabalho oferecido pela robótica colaborativa  permite que se aproveite o melhor de cada parte, elevando a produtividade e eficiência de processos.

Os robôs podem ficar com as tarefas mais arriscadas e repetitivas, pois podem ser realizadas com excelência. 

Já as pessoas podem ficar com as tarefas elaboradas, que exigem discernimento, além da supervisão, programação e eventuais ajustes nas atividades dos cobots. 

Devido às novas tecnologias, o trabalho colaborativo com robôs traz um cenário muito particular para o chão de fábrica e interessante no sentido produtivo, tanto em termos de flexibilidade, quanto em eficiência em custo, o que dá fortes estímulos para crescimento das indústrias na direção da robótica colaborativa industrial.

 

 

Mais segurança para os colaboradores

Robôs colaborativos precisam atender às normas específicas para trabalhar com humanos (ISO 10218-1 e a ISO 10218-2). Essas normas exigem grande capacidade de visão dos cobots e inteligência computacional.

 

 

Agilidade devido à inteligência computacional

Graças aos sensores, visão e inteligência computacionais, os robôs colaborativos aprendem rápido. Não é necessário contratar programadores especializados: a programação do robô é realizada com facilidade no próprio chão de fábrica. 

Competitividade

Quando se trata de qualidade e velocidade, a robótica colaborativa não tem concorrência. Os resultados produtivos em uma fábrica são multiplicados com o uso de cobots, pois podem reduzir pela metade o tempo de operação, além de diminuírem os índices de desperdício. 

Retorno do investimento

Além de grande aliada da segurança e impulsionadora da produtividade, redução de custos e competitividade, a robótica colaborativa também garante baixo custo de manutenção e longo ciclo de vida do equipamento. 

 

 

Como vimos, as novas tecnologias, especialmente a robótica são grandes aliadas à indústria para processos mais eficientes e seguros. 

Agora que você já sabe alguns dos benefícios da robótica colaborativa, te convidamos a fazer o download gratuito do nosso eBook com informações mais completas sobre o assunto. 

Para baixar, basta clicar neste link. Boa leitura!

Comentários

Não perca nossos posts sobre Automação Industrial

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu e-mail.